Blog

A importância da inteligência emocional para empreendedores

Posted by | Articles, Blog | No Comments

Você consegue perceber se um empreendedor está maduro quando ele demonstra inteligência emocional nas decisões diárias que toma em sua empresa. Lembro que isso não tem ligação alguma com idade, pois conheço várias pessoas na casa dos 30 que são totalmente descontroladas em assuntos relacionados ao empreendedorismo, mas são ótimos profissionais tarefeiros.

Infelizmente são poucos os que conseguem separar o lado pessoal do lado profissional e conseguem trabalhar em ambientes heterogêneos. Alguns ocupam até grandes cargos em fundos e levantam valores significativos para investimentos em empresas de terceiros, mas quando se trata da própria empresa, não conseguem alinhar ações e o descontrole toma conta, fazendo com que a experiência seja traumática. Portanto, se você pensa em chamar aquela pessoa que considera uma ótima profissional, tenha em mente que ela precisa estar madura emocionalmente.

É necessário sempre ter em mente que é praticamente impossível fazer uma avaliação prévia das pessoas que irão atuar em conjunto na sua startup, nesse quesito, pessoas entram e saem de projetos e isso faz parte da evolução do mesmo, esteja preparado para lhe dar com isso.

Todos possuem seu tempo, então é necessário exercer um pouco de autotranscedência e procurar entender realmente algumas ações inesperadas, nesse ponto é preciso uma grande maturidade emocional e separar assuntos pessoais dos profissionais. As pessoas estão em eterna mutação, saiba que esse profissional tarefeiro que está se aventurando no inóspito ecossistema empreendedor e demonstra imaturidade emocional, pode um dia nos surpreender.

Portanto, se chegou à conclusão de que seu parceiro ainda é imaturo emocionalmente, tome decisões avaliando o lado profissional e encare os fatos com uma conversa direta. Deixe sempre as portas abertas, pois essa pessoa futuramente pode ser um parceiro estratégico interessante.

Wake Motors no ringue com gigantes

Posted by | Blog | No Comments

Quase todos os nossos posts são abordando empresas 100% digitais, mas não podemos deixar de fora iniciativas que também envolvam outro tipo de inovação, caso da Wake Motors empresa do Sul que desenvolveu um Buggy nacional.
Em algumas rodas de conversas comentei para alguns gestores de fundo sobre a iniciativa, todos torceram o nariz apresentando várias barreiras para que a empresa deslanche, pois o setor automobilístico é um mercado dominado por grandes montadoras.
O fato é que no Brasil os fundos são geridos por “coxinhas” e não estão dispostos a investir como gente grande, cabendo ao empresário um caminho quase solitário e cheio de dificuldades.
Acredito muito no projeto, pois estamos entre as melhores indústrias aeronáuticas do mundo com a Embraer, por que também não podemos estar entre as melhores no setor automobilístico?
Segue parte da entrevista do Fabiano Isoppo em entrevista realizada pelo programa VOZ:

Parte 1
Parte 2
Parte 3

Deixo aqui meus parabéns a região Sul do país que é cidade natal de empresas como WAKE, TAC e Agrale…

Internacionalização dos meios de comunicação!

Posted by | Blog | No Comments

Não temos problemas de internacionalização somente nas Startups. Nossos meios de comunicação também não são internacionalizados. Quantas revistas nacionais você conhece que exploram mercados internacionais? Conseguiu encontrar alguma? Por gentileza se encontrarem me informem para que eu possa dar os parabéns… Esse problema não fica somente nas mídias impressas, se pensarmos nos canais de televisão, eles também não são internacionais. Ok, você pensa, mas e a Globo Internacional? Bem, eles estão em vários países, produzindo notícias para brasileiros que vivem fora do país, eles não possuem uma produção local. Você não vai assitir a Globo USA, por meio de canais de assinatura com programação para Americanos. Não temos uma Globo, Record, RedeTV no formato das famosas Warner, Sonny, Discovery, que exploram o mercado global. O sonho de qualquer empreendedor é sair nesses grandes canais de mídia, seja sendo entrevistado ou como anunciante. Saiba Empreendedor TUPINIQUIM, por mais que sua marca esteja presente nesses grandes meios de comunicação, o seu público será formado apenas por nossos queridos brasileiros. Grandes portais como UOL, IG também não possuem presença internacional ou seja, mesmo que você tenha um release publicado nesses canais, ele jamais ultrapassará nossas fronteiras. Agora, caso a sua empresa seja destaque no TechCrunch, ABC, BBC, CNN, pode ter certeza que sua matéria será publicada em todas as grandes mídias nacionais, pois a maioria simplesmente traduzem as matérias das mídias internacionais e publicam em seus canais. Sim, além de você ralar para conseguir clientes, investidores, torcer para ser publicado nos canais relevantes nacionais, terá que ter como foco também a mídia internacional, sua assessoria de comunicação deverá possuir contatos internacionais permitindo que sua iniciativa ganhe relevância Global. Vamos torcer para que algum dia nossos meios de comunicação se internacionalizem, quem sabe teremos pelos menos algo de relevância global na mídia impressa como a Vogue, Playboy… Cruzemos os dedos!

Todo mundo pode?

Posted by | Blog | One Comment

Geralmente escolho um tema e vou desenvolvendo por alguns dias, consulto as pessoas a minha volta que em sua maioria são amigos, indo de professores a alunos da PUC-SP, Mackenzie, USP, UNESP, UNIFESP, ESPM, FAAP, FIAP, enfim pessoas importantíssimas para mim, pois aprendo todos os dias com elas de forma intensa e orgânica.

Mas dessa vez, o processo foi inverso, já vinha discutindo um tempo sobre a falsa sensação que a internet propicia, pois a grande falácia do momento é pensar que “todo mundo pode” fazer “sucesso” na internet. Read More

Alianças estratégicas

Posted by | Blog | No Comments

São muitos os projetos apresentados em vários eventos espalhados pelo país.

Os empreendedores agora estão com seus pitchs e canvas sempre a postos, isso é ótimo, pois conseguimos observar o crescimento da cultura empreendedora em várias comunidades.

O mais impressionante é observar a comunidade acadêmica discutindo assuntos estratégicos a fim de alinharem suas instituições com os novos anseios de seus alunos.

Já possuímos até um programa de governo para incentivar o cenário no país, tudo bem, sabemos que ainda falta muito para termos um ecossistema completo e que as ações do governo ainda são muito tímidas, mas convenhamos é um começo.

Precisamos encontrar diferentes maneiras para tracionar as startups, pois sabemos da necessidade do alinhamento de várias ações, dando condições mínimas para que todas as iniciativas não morram na praia.

Já observei várias aceleradoras e incubadoras com excelentes projetos, mas que não conseguiam chegar ao mercado e as que conseguiam estavam estagnadas em seu crescimento.

Sabemos que o principal motivo é a falta da cultura empreendedora em toda sociedade, pois muitos investidores e sócios fundadores não conseguem falar o mesmo idioma, uns querem retorno rápido e outros um “salário” para conseguirem se dedicarem ao projeto enquanto ainda não são sustentáveis.

No meu ponto de vista o que falta mesmo para tudo começar a decolar são alianças estratégicas fortes, as startups devem procurar parceiro que ajudem a escoar toda a tecnologia desenvolvida, mesmo que seja necessário um sociedade de propósito específico.

Por outro lado as grandes empresas devem observar atentamente toda a movimentação e crescimento de qualquer startup que atue em sua área, pois ela poderá ser adquirida para complementar a sua cartela de produtos.

Seria uma excelente oportunidades para ambos, mas é preciso alinhar as expectativas para que a aquisição seja vista por todos como um ótimo negócio, assim todas as partes estariam comprometidas com o sucesso do projeto e não somente olhando para os próprios interesses.

Além dos requisitos necessários já conhecidos para se fazer uma startup de sucesso é necessário um alinhamento cósmico de todos eles, o que ao meu ponto de vista é a parte mais difícil quando o assunto é empreender.

Além de uma boa ideia, janela de oportunidade, equipe correta é necessário alianças estratégicas fortíssimas, a sua startup já possui a sua?

10 lições para o empreendedor

Posted by | Blog | No Comments
1. Conheça tantas pessoas quanto possível.

Participe de eventos, meetups. reuniões, o que puder. O mais importante é conhecer pessoas que gostem de arregaçar as mangas, trabalhar com aqueles que sabem menos ou mais em prol de construir algo que não seja sua própria ideia. Read More

A arte de empreender

Posted by | Blog | No Comments

Muito se fala e se discute sobre o Empreendedorismo e a demanda por Inovação explode.

Venho empreendendo desde 1997 e hoje estou no Terceiro Empreendimento à frente de uma MARCA tradicional que este ano completa 111 anos de história, transformando fibras naturais em ARTE. Read More